Playlist da semana #7 – Obituários 2011

2011 foi um ano de muitas perdas. Faltam alguns dias para acabar e esperamos não contabilizar mais obituários. A playlist dessa semana relembra alguns dos roqueiros que nos deixaram.

>>MIKE STARR
O ex-baixista do Alice in Chains, Mike Starr, era tão bom músico quanto polêmico. Ele ficou na banda de 87 a 93 e esteve na formação quando lançaram pelo menos dois de seus maiores álbuns: “Facelift” de 90 e “Dirt” de 92. A sua saída do Alice teve inúmeras versões, nenhuma confirmada como real. Ele estravazou toda a sua mágoa e crítica sobre este espisódio no livro “Unchained: The Story Of Mike Starr And His Rise And Fall In Alice In Chains” lançado em 2001. O que se sabe é que assim como o também falecido Laine Stanley, Starr era viciado em drogas. Ele participou no ano passado do “Celebrity Rehab with Dr. Drew” que trata de celebridades em um centro de reabilitação. Mike foi encontrado morto em sua casa em Salt Lake City em 8 de março aos 44 anos. As causas da morte não foram divulgadas. Com Starr na formação, “Would” é uma faixa do terceiro disco da banda e curiosamente fala da morte do vocalista do Mother Love Bone, Andrew Wood, que morreu de overdose.

>>SCOTT COLUMBUS
Scott foi um dos principais integrantes do Manowar. Sua primeira fase durou de 83 a 92 e nesse período gravou os álbuns  Into Glory Ride, Hail to England, Sign of the Hammer, Fighting the World e Kings of Metal. Essa primeira saída foi devido a uma doença de seu filho. Columbus voltou à banda em 94, ficou até 2008 e saiu por desentendimentos com os demais integrantes. A causa da morte ocorrida em 4 de abril não foi revelada. “Secret of stell” é do segundo disco da banda “Into Glory Ride” gravado em 1983.  Esse vídeo foi gravado em 2007 numa apresentação da banda no Magic Cricle Festival. Clássico!

>>MICHAEL “WÜRZEL” BURSTON
Se o Motorhead é uma instituição do rock, Wurzel foi um dos patrimônios. De 84 a 95 foi mais de uma década nas cordas e participando de gravações  clássicas como do álbum “Orgasmatron” de 86. Após a sua saída, gravou um álbum solo “Chill Our Or Die” (1998). Dez anos fora da mídia, retornou à banda e participou de apresentações em festivais nos de 2008 e 2009. Ele faleceu em 9 de julho de miocardiopatia aos 61 anos. Esse vídeo de “Ace of Spades” foi gravado em 2009 no Hammersmith Apollo, uma das últimas apresentações de Wurzel com o Motorhead.

>>REDSON POZZI
O final de setembro deixou a cena punk brasileira e uma horda de fãs em comoção. Um dos ícones do punk paulista, fundador da banda Cólera, Redson, faleceu no dia 27. A parada cardíaca levou prematuramente um dos mais ativistas e humanos músicos que mudou com suas letras a cara do punk. Foi um dos poucos desse movimento considerado desordeiro e sem importância que transformou sua música em um veículo de concientização ambiental e ativismo. De 84 a 2004 foram vários discos, Ep´s, coletâneas e compilações. A banda estava em comemoração dos seus 20 anos de formação. Pela paz em todo mundo, nome do terceiro disco de estúdio gravado em 86, virou um dos assuntos mais postados por músicos, amigos e fãs no Facebook. “Deixe a terra em paz” é a faixa título do sétimo e último disco gravado em 2004. Uma das mais doloridas perdas deste ano, ainda abala falar…

>>CORY SMOOT
Ainda assustados por encontrar o guitarrista morto no ônibus da banda antes de uma tour pelo Canadá, o vocalista Dave Brockie postava um comunicado no site oficial, dentre vários que vieram a partir daquele dia 4 de novembro. Cory foi um dos guitarristas que vestiu a fantasia do personagem “Flattus” no GWAR, banda conhecida por suas performances sempre inusitadas. Ele tinha 34 anos e morreu devido a complicações cardíacas. Como disse Dave em seu primeiro comunicado, Smoot foi o que mais permaneceu com o personagem Flattus, aparecendo nos vídeos de “War Party”, “Bring Back The Bomb”, “Womb With A View”, “School’s Out” e “Eighth Lock”. Smoot era considerado pelos fãs do Gwar o “Flattus true”, por ter encarnado o personagem por mais tempo. Smoot também produziu o sucessor de “Beyond Hell”, “Lust In Space”, juntamente com outros membros da banda e até fez os vocais na faixa “Release The Flies”. O músico deixou um álbum solo gravado e um filho recém-nascido.

Entre empregos perdidos, fim da Horns UP e tantos outros talentos, pais de amigos, estão ai representados os sentimentos de pessoas que valem a pena lembrar, marcaram nossa vida e vão deixar saudades para nós fãs, bandas e famílias. Até semana que vem com mais retrospectiva 2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s