Nas aspas: René Simões

Então, qual foi a minha facilidade com as meninas? É que eu cheguei e eu as vi como mulheres. Eu vou dirigir um time de mulheres. Isso sem rótulo nenhum, absolutamente. Eu nunca perguntei a nenhum jogador qual era a opção sexual deles e sempre os tratei como homens. Se ele gostava de homem, se ele gostava de mulher, se ele era casado, se tinha mulher fora de casa, era problema deles, desde que não atrapalhasse o trabalho da equipe, eu não posso interferir nisso. Eu posso dizer para eles que existem algumas linhas de condutas que te ajudam a conviver bem com você mesmo e com quem te cerca. Se você estiver bem assim, maravilha. Foi o primeiro choque de gestão que eu dei nelas. Eu acho que em todo lugar que você chega você tem que dar um choque de gestão. Senão não adianta. E o choque de gestão foi: receber cada uma delas no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, com uma rosa no Aeroporto e um beijo. Foi a primeira maluquice. Isso dito por elas, não é dito por mim não, elas falaram em entrevistas.

René Simões, técnico de futebol, Ludopédio 27/6/12

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s