Quem? Quando? Onde – capítulo 3

Já seria suficiente vangloriar a sua atuação como diretor de produções como “Quem quer ser um milionário?”, “A praia” e uma das obras-primas do cinema dos anos 90,”Trainspotting”. Juntando a sétima arte e o esporte, ele também foi responsável pelo roteiro, direção e produção do badalado filme “127 horas”. O personagem do capítulo 3 da série “Quem? Quando? Onde?” é, além de tudo isso, o diretor da cerimônia de abertura das Olimpíadas de Londres. Em destaque, Daniel “Danny” Boyle.

Daniel Boyle nasceu em 20 de outubro de 1956 na cidade de Radcliffe, na grande Manchester, Inglaterra. Se fosse por influência dos pais, Danny seria padre e estaria longe do universo cinematográfico. Estudando sempre escolas católicas, aos 14 anos, ele foi tranferido para um seminário. Um dos padres o aconselhou a sair do programa, já que ele parecia não ter o perfil para se tornar um deles. Boyle não entendeu, queria ficar por causa da influência familiar, mas, mais tarde pensou que talvez ali começasse a sua influência com o cinema, já que outros cineastas como Martin Scorsese, John Woo, M. Night Shyamalan também estudaram em seminários antes de seguir a carreira artística.

APOCALYPSE NOW

Boyle frequentemente declara que o cinema realmente o enfetiçou quando, aos 28 anos, assistiu “Apocalyse Now”. O filme de 1979, dirigido por Francis Ford Coppola mudou as referências que Boyle tinha sobre arte e cinema, e de certa forma, o inspirou a criar obras que misturassem esse dois conceitos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

TEATRO E TELEVISÃO

Sua carreira começou em 1982 dirigindo a peça “Os Gênios” de Howard Brenton. Ele comandou a direção de cinco espetáculos na Royal Shakespeare Company. Ainda em 82, ele também deu início a direção de telefilmes para a Northern Ireland. A sede fica na cidade de Belfast no Reino Unido e contempla a audiência da Escócia e Wales. Tem sido frequente sua participação em ambas as mídias com produção de séries para a TV e produções como “Franskenstein” no teatro, feita no National Theatre da Inglaterra em 2011.

CINEMA

“Shallow Grave” (1994) foi o primeiro filme dirigido por Boyle e inaugura a parceria do diretor com o ator Ewan McGregor. O triller foi lançado na TV londrina Channel 4  e depois ganhou distribuição da Polygram. No Brasil, ganhou o nome de “Cova Rasa”. Dois anos depois, foi premiado pelos críticos britânicos como melhor filme de estreante.

Em 1996, o primeiro grande sucesso com “Trainspotting”. Também estrelado por Ewan McGregor, o drama sobre jovens, drogas e crime, é ainda cultuado no mundo todo, sendo frequente em listas dos melhores filmes britânicos, ou da década de 90.

Completando a trilogia McGregor, um ano depois, lança “A life less ordinary”. A comédia romântica traduzida no Brasil como “Por uma Vida Menos Ordinária” foi a primeira produção hollywoodiana do cineasta que preferiu comandar esta com recursos britânicos do que dirigir a sequência da série “Alien”, também para o cinema.

Em 2000, a parceira com Ewan voltou em “A praia”, adaptação do livro “The beach” de Alex Garland para o cinema foi também estrelado por Leonardo di Caprio.

O grande boom na carreira de Boyle foi em 2008 com o filme “Quem quer ser um milionário?”. A produção sobre um jovem indiano que participa de um quizz show que dá título ao filme, é o mais premiado de sua filmografia, que além dos vários ao redor do mundo em festivais e cerimônias, rendeu ao diretor o Oscar de melhor diretor daquele ano.

Em 2010, outro filme barulhento e premiado. “127 horas”, adaptação para o cinema da vida do escalador Aron Ralston, foi estrelado por James Franco e é um marco das produções envolvendo o cinema e esportes de aventura. O filme foi indicado para seis categorias do Oscar e em vários outras premiações como a da BAFTA (British Academy of Film and Television Arts).

CERIMÔNIA DOS JOGOS OLÍMPICOS

Nem aconteceu e já está rendendo polêmica. Escolhido pelo Comitê Organizador dos Jogos, o trapalhão Locog que já “convocou” até o falecido baterista Keith Moon para um dos shows de abertura, Boyle quer resgatar as origens da Inglaterra e Reino Unido na cerimônia. Para isso, vai contar com alguns animais para a composição do cenário . O uso de animais vivos em eventos e shows é proibido pela Lei do Bem-Estar Animal de 2006 e o fato de manter o planejamento inicial e roteiro da cerimônia, já está fazendo com que orgãos e entidades de proteção animal entrem com processo contra o cineasta. Problemas à parte, orçada em 27 milhões de libras (R$ 85 milhões), a cerimônia, e inspirada na obra “A Tempestade”, de William Shakespeare, a cerimônia de abertura foi batizada como “Verde e Agradável” e será realizada no Estádio Olímpico de Stratford.

Segundo matéria do UOL, cerca de 10 mil voluntários recriarão cenas campestres na primeira parte da cerimônia, que contará com animais e paisagens rurais clássicas do Reino Unido. Serão pelo menos 30 ovelhas, 12 cavalos, três vacas, duas cabras, 10 galinhas, 10 patos, nove gansos e três cachorros.

“Queremos recriar uma imagem de nós mesmos como nação”, afirmou Boyle, que pediu ajuda das enfermeiras do Sistema Nacional de Saúde britânico para algumas cenas da cerimônia. O diretor disse ainda que “o melhor modo de contar uma história é trabalhar com gente comum”.

Após 157 ensaios, Boyle afirmou que foi surpreendido pela dedicação dos voluntários que participarão da cerimônia. “Eles são a verdadeira encarnação do espírito olímpico. Representam o melhor de nós como nação”, descreveu o diretor.

Maquete da cerimônia de abertura dos Jogos de Londres 2012

A cerimônia ainda marcará a inauguração de um sino, que segundo os organizadores é o maior da Europa, com 27 toneladas. O primeiro badalo do sino marcará o início do evento de abertura dos Jogos de Londres.

Polêmica e bons méritos marcam a trajetória do cinesta e, no próximo sábado, veremos como ele, fora das grandes telas, usará a genialidade a seu favor na abertura dos Jogos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s