OSGEMEOS e a polêmica em Boston

A dupla brasileira Otavio e Gustavo Pandolfo, conhecidos como OSGEMEOS, tem pela primeira vez uma exibição de arte nos Estados Unidos. A exposição abriu na semana passada no Institute of Contemporary Art em Boston. Com polêmica. Está em todos os sites de notícia,  porque isso dá Ibope, arte não. Veja os motivos.

ACUSAÇÃO

Além dos trabalhos dentro da galeria, o duo pintou também dois murais na cidade, como esse da imagem acima. O problema é que nem todo mundo gostou, em uma polêmica levantada principalmente pela Fox News local.  Questionando em sua página no Facebook e em reportagens na TV (veja vídeo), a emissora mostra que muitos estão associando o grafite ao terrorismo, com discurso de que tal imagem não deveria estar em um espaço público. Tudo isso porque a pintura de 21 metros por 21 metros, feita pelos gêmeos brasileiros Otávio e Gustavo Pandolfo, mostra uma figura usando roupas brilhantes que não combinam entre si e com o rosto envolto no que parece ser um véu, mostrando apenas seus olhos vesgos. Lembrando que os personagens amarelos e de cabeça coberta são uma das marcas registradas do trabalho deles, mas…

Este slideshow necessita de JavaScript.

DEFESA

O curador do projeto, Pedro Alonzo, declarou que não acredita que é isso que a maioria das pessoas pensam sobre a obra de arte. Segundo ele, o personagem é apenas um garotinho de pijamas com uma camiseta em volta da cabeça. Alonzo já levou para Boston outro artista controverso, com uma retrospectiva de Shepard Fairey.

Em reportagem da Reuters, reproduzida pelo Terra, a diretora do museu, Jill Medvedow, minimizou a controvérsia. “Esta obra de arte é um alegre acréscimo ao horizonte de Boston. Com tremenda maestria de escala, habilidade na pintura e padronização vibrante, os Gêmeos trazem energia urbana e uma rica tradição de criatividade brasileira para a Praça Dewey, em Boston. Boa arte faz o povo falar”, disse ela.

O prefeito de Boston, Thomas Menino, também tentou amenizar a questão. “Nós não precisamos que alguém nos divida e nos diga que é uma coisa racista, que é contra a religião. Não é”, disse ele. “Aquilo foi feito para mostrar um menino lá e é isso que eu acredito que seja.”

O mural foi custeado pelo Instituto de Arte Contemporânea e doações privadas para a Rose Kennedy Greenway Conservancy, organização que cuida de cinco dos parques da cidade, incluindo o da Praça Dewey. A maioria dos moradores que estava no parque nesta quarta-feira, onde a banda Receita do Samba dava um toque extra de tempero brasileiro, elogiou o trabalho por sua originalidade e beleza.

Mais por ignorância, falta de conhecimento do que preconceito, não é a primeira vez que uma obra da dupla causa repercussão. Em fevereiro deste ano, tiveram o mural apagado em São Paulo. Ou seja, não tem sido um ano muito tranquilo para os irmãos brasileiros, apesar de bastante produtivo. Lá em Boston, se nada atrapalhar, os murais devem continuar na cidade até novembro de 2013.

Com informações do UrbanArtCore e Brainstorm9

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s