Prêmio Brasil Olímpico 2012

O Prêmio Brasil Olímpico é a maior festa do esporte brasileiro. Em sua décima quarta edição, o evento é uma homenagem e reconhecimento do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) aos atletas que mais se destacaram no decorrer do ano. Veja como participar!

Prêmio-Brasil-Olímpico

Em ano Olímpico, o “Oscar” do esporte no país ganha ainda mais importância. Após a quebra do recorde de medalhas em Londres 2012, o tema da cerimônia será “Rio – A vez de todos”, em alusão aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A ESCOLHA DOS DESTAQUES
A escolha dos melhores em cada uma das 43 modalidades esportivas é feita por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Esse mesmo júri aponta os seis atletas, três masculinos e três femininos, que concorrem ao troféu de Melhor Atleta do Ano.

PREMIAÇÃO
O Prêmio Brasil Olímpico 2012 será realizado no Theatro Municipal, no dia 18 de Dezembro. Até o dia da cerimônia é possível votar e escolher o atleta do ano. O resultado será divulgado durante a cerimônia de entrega dos prêmios aos melhores de 2012. Confira os seis indicados e dê seu voto!

Confira a lista dos atletas já escolhidos pelo juri

MODALIDADE ATLETA
Atletismo Marilson Santos
Badminton Daniel Paiola
Basquetebol Marcelo Huertas
Boxe

Esquiva Falcão
Junto com o irmão Yamaguchi, voltou a colocar o boxe masculino do Brasil no pódio com a sua prata

Canoagem Slalom Ana Sátila
Canoagem Velocidade Erlon Silva e Ronilson Oliveira
Ciclismo BMX Squel Stein
Ciclismo Estrada Magno Nazareth
Ciclismo Mountain Bike Rubens Valeriano
Ciclismo Pista Gabriela Yumi
Desportos na Neve Jaqueline Mourão
Desportos no Gelo Luiz Fernando Manella
Esgrima Renzo Agresta
Futebol Neymar
Ginástica Artística

Arthur Zanetti
Foram 14 anos de trabalho para o técnico Marcos Goto ajudar a formar o primeiro medalhista olímpico da ginástica artística brasileira. Arthur Zanetti conquistou o ouro nas argolas nos Jogos de Londres.

Ginástica de Trampolim Carlos Pala
Ginástica Rítmica Natália Gaudio
Golfe Alexandre Rocha
Handebol Eduarda Amorim
Hipismo Adestramento Luiza Almeida
Hipismo CCE Ruy Leme da Fonseca
Hipismo Saltos Alvaro Affonso de Miranda (Doda)
Hóquei sobre Grama Matheus Ferreira
Judô

Sarah Menezes
Ganhou o primeiro ouro olímpico do judô feminino

Levantamento de Peso Jaqueline Ferreira
Lutas Joice Silva
Maratona Aquática Ana Marcela Cunha
Natação Thiago PereiraChegou a desbancar o supercampeão Michael Phelps para ser prata na natação.
Natação Sincronizada Nayara Figueira
Pentatlo Moderno

Yane Marques
Levou um surpreendente bronze no pentatlo moderno

Polo Aquático Gustavo de Freitas Guimarães
Remo Fabiana Beltrame
Rugby Paula Ishibashi
Saltos Ornamentais Cesar Castro
Taekwondo Diogo Silva
Tênis Bruno Soares
Tênis de Mesa Caroline Kumahara
Tiro com Arco Daniel Xavier
Tiro Esportivo Roberto Schmits
Triatlo Pamella Oliveira
Vela Robert Sheidt e Bruno Prada
Vôlei de Praia Emanuel e Alison
Voleibol

Sheilla Castro
Faturou o bicampeonato olímpico no vôlei

OUTROS DESTAQUES
O Prêmio Brasil Olímpico 2012 prestará homenagens ainda a outras categorias: Melhor Técnico Individual e Coletivo; Troféu Adhemar Ferreira da Silva; Melhores atletas das Olimpíadas Escolares e Universitárias; além de uma homenagem especial aos medalhistas dos Jogos Olímpicos Londres 2012.

Melhor Técnico Individual e Coletivo
Técnico do Campinas e da seleção feminina de vôlei, José Roberto Guimarães tem em seu currículo três medalhas de ouro olímpicas. O melhor técnico de esportes coletivos de 2012 foi campeão com o time masculino em Barcelona 1992 e com as meninas em Pequim 2008 e Londres 2012. Não é a primeira vez que Zé Roberto leva o prêmio do COB. Em 2008, ele também foi eleito o melhor técnico do Brasil.

Marcos Goto é responsável pela preparação de Arthur Zanetti. Em Londres, em sua maior conquista até o momento, Goto se mostrou um estrategista capaz de mudar o rumo da competição. A estratégia deu certo e o Brasil tem um campeão olímpico nas argolas. “Foi uma decisão arriscada sim, mas a gente tinha que correr esse risco porque eu não queria que o Arthur fosse o primeiro a se apresentar na final. Eu sabia do que ele e os adversários eram capazes de fazer e senti que podia arriscar”, disse o treinador.

 

Troféu Adhemar Ferreira da Silva
Eficiência física e técnica, elegância de conduta, ética, respeito ao próximo e esportividade. Por apresentar todos esses requisitos, além de tantos outros, a campeã mundial e medalhista olímpica de prata no basquete, Hortência Marcari, foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para receber o troféu Adhemar Ferreira da Silva. Atual diretora de seleções femininas da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), a Rainha Hortência será homenageada durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2012, no dia 18 de dezembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Com informação do COB e Estadão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s